Sabado, 22 de julho de 2017 | login

Águas de Lindoia cria ponto para descarte de equipamentos eletroeletrônicos

ter, 06/06/2017 - 08:59 -- consorcio

Placas de computador, teclados, câmeras digitais, aparelhos de som, televisores e outros equipamentos eletroeletrônicos poderão ser descartados com a garantia de uma destinação correta, evitando que os elementos químicos presentes possam contaminar áreas verdes do município. É o que prevê o projeto que está sendo colocado em prática pela Prefeitura de Águas de Lindoia, por meio da Secretaria de Meio Ambiente.

 Um Ponto de Coleta de Resíduos Eletroeletrônicos será criado na Rua Guilherme Avelar, próximo ao número 300, no Jardim Lazari. O local está sendo preparado para acolher os equipamentos e a inauguração deve acontecer na segunda-feira, dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente. “Escolhemos este dia para iniciar mais esta ação de preservação ambiental. Hoje, encontramos muitos equipamentos que são descartados incorretamente, contaminando áreas verdes importantes, até mesmo próximas a córregos ou áreas de recarga. Queremos trabalhar para mudar este quadro”, afirmou o Secretário da pasta, José Mauro Alvarenga.

 Após inaugurado, o espaço vai receber este tipo de resíduo de segunda à quinta-feira, das 8h às 15h e às sextas, das 8h às 12h. No ponto de coleta, a secretaria fará uma triagem inicial e a armazenagem provisória dos equipamentos, que serão encaminhados para um serviço de separação e triagem de materiais em Itapira (SP), que vai dar a cada tipo de material a sua correta destinação.

O projeto também prevê uma parceria com as empresas que comercializam este tipo de equipamentos e que são legalmente obrigadas a realizar a chamada “logística reversa”, que é o recolhimento e destinação de equipamentos considerados inservíveis e que são descartados pelos usuários. “Podemos colaborar para que este procedimento seja efetivamente realizado no município, evitando descarte no meio ambiente”, afirmou José Mauro.

 

Preservação Ambiental

O lixo eletrônico é uma das principais preocupações ambientais no momento. Diariamente, milhares de toneladas de equipamentos considerados inservíveis ou mesmo obsoletos são descartados incorretamente no meio ambiente.

Um dos principais problemas desse descarte incorreto está no fato de que eles contêm substâncias químicas como chumbo, mercúrio, cádmio e berílio, que podem contaminar a água ou o solo. Além disso, essas substâncias podem causar graves doenças nas pessoas que trabalham coletando lixo nos lixões ou mesmo nas ruas e terrenos baldios.

Outro ponto que precisa ser observado é o fato de que esses equipamentos têm diversos componentes de plástico, vidro e metais, tornando-os difíceis de serem decompostos no solo que levariam milhares de anos para se decompor na natureza. Para evitar todos estes problemas ambientais, o descarte adequado é fundamental. 

 

Fonte: http://www.aguasdelindoia.sp.gov.br/noticia/1127/secretaria-cria-ponto-para-descarte-de-equipamentos-eletronicos